Historial

A Escola Profissional de Torredeita, é pertença da Fundação Joaquim dos Santos. O seu polo de origem é a vila de Torredeita (1989), onde, hoje, tem dois edifícios. Tem, ainda um polo em Viseu, desde 2015.

Tem 25 anos de experiência. Esteve no lançamento do Ensino Profissional em Portugal. Já formou cerca de 5000 estudantes e, desde sempre, se colocou na vanguarda das políticas de educação e formação.

Em Março de 2020, a escola mudou a sua designação. Quisemos que significasse mais o que nela se faz , o que pretendemos que nela se edifique, o que desejamos que ela, sempre, seja :um Projeto Plural…
Uma Escola que contenha todos e todas as diferenças; que no conjunto descubra a singularidade de cada um; que na comunhão das vontades identifique os anseios próprios, o desejo que, cada um, acalenta, o projecto que, cada um, quer para si. Projetos singulares que se encontram numa Escola Plural.

Dispõe de um conjunto de infraestruturas que lhe conferem uma capacidade alargada para a realização de várias atividades, internas e externas, e possibilidades, também, aumentadas, para estabelecer dinâmicas com Grupos, populações, empresas e associações. Tem condições para ser um centro polarizador de interesses, experiências e fóruns de reflexão e debate.

Em todos os Cursos se privilegia, de modo significativo, o desenvolvimento de competências que orientem para o conhecimento do mercado de trabalho e a inserção na vida ativa. Esta preocupação está presente, quer nas propostas do Plano de Atividades Anual, quer na realização de aulas em contexto real de trabalho, experiências, programadas, em contextos profissionais e estágios curriculares. A Escola Profissional de Torredeita, tem, por isso, uma larga experiência na formação profissional e uma imagem e reputação exterior reconhecida, encontrando nessa afirmação a sua grande mais-valia e o seu grande ponto forte.

Deste modo, investe, afincadamente, na preparação técnica dos seus alunos, indo ao encontro das expetativas e necessidades dos empregadores, correspondendo ao mercado de trabalho e ao estatuto público que adquiriu.

É, também, um fator importante ter cursos que oferecem uma formação técnica, hoje, em falta em muitos setores de atividade económica, bem como ser a única escola do concelho que forma técnicos de Serviços Jurídicos.

A elevada empregabilidade nestas áreas é um dos seus fatores de sucesso.